Qual é o alcance digital da educação no Brasil?

O ensino superior à distância é a mais recente fronteira brasileira educação. Esta é a área de maior interesse para os novos alunos, que pode ser explicada pela flexibilidade em termos de calendário e local de estudo. Os alunos podem cumprir a carga de trabalho exigida de acordo com as necessidades deles. A qualidade dos cursos oferecidos também está melhorando. O o primeiro programa universitário foi oferecido na Universidade Federal de Mato Grosso em 1995, e desde então o sector tem colhido as recompensas em termos tanto do número de alunos quanto da qualidade dos programas. Os resultados do recenseamento do Ensino Superior 2000-2007 mostram que a o número de cursos oferecidos cresceu 40 vezes no período, tendo saltou de 10 em 2000 para 408 em 2007. As matrículas, por sua vez, aumentaram 240% no período. O número de matrículas aumentou de 1.600 em 2000 para 369.000 em 2007.

Esta evolução é acompanhada por uma melhoria significativa na realização dos estudantes. De acordo com os resultados dos Exame do desempenho dos Estudantes (ENADE), em sete dos 13 áreas onde os alunos em sala de aula podem ser comparados com aqueles no ensino à distância (administração de empresas, Biologia, Ciências Sociais ), Física, Matemática, Pedagogia e Turismo), estudantes que frequentam os cursos de ensino à distância foram melhores do que os cursos em sala de aula.

O ensino à distância é regulado pelo Ministério da educação através os Benchmarks de qualidade, um conjunto de orientações para o desenvolvimento de instrumentos de avaliação específicos para a acreditação das instituições e centros de apoio à sala de aula, além de reconhecimento e autorização para além das iniciativas relacionadas com o ensino básico e superior, Vários as ações são executadas pelo MEC, centrando-se noutras componentes do ciclo educativo. Entre eles, deve ser feita uma menção especial ao programa:

O Ministério da educação está em desenvolvimento uma série de ações destinadas à inclusão digital dos estudantes por todo o país. A cobertura Digital é vista pelo MEC como outra chave instrumento para a evolução adequada da educação. Portanto, as escolas públicas agora contam com o programa PROINFO, projetado para garantir acesso dos estudantes das escolas públicas às tecnologias da comunicação, com formação de professores e conteúdo educacional especial.

Entre 2006 e 2008, 52.000 laboratórios de TI foram estabelecidos em áreas urbanas e rurais. Escolas, num total de 591 mil computadores. Outros 35.000 laboratórios será criada em 2009. E no final de 2010, 70.000 escolas será assistida com a distribuição de 1,1 milhões de computadores, garantir uma cobertura de 93% dos alunos do ensino primário. Programa é a maior iniciativa do mundo em implantação e treinamento de educação utilização do sistema operativo Linux.

Add a comment

HTML code is displayed as text and web addresses are automatically converted.

Add ping

Trackback URL : http://www.amigosdecaserna.com.br/index.php?trackback/55

Page top