Remédios Para Redução de Peso e Transtornos Alimentares

SSX_funciona_mesmo.jpgLogo após a residência, levei um emprego de verão em uma prática familiar em uma cidade de praia em Long Island, cobrindo sextas e fins de semana para os médicos regulares. O cenário era bastante diferente do meu treinamento em um hospital urbano. Foi um pouco de um choque cultural que passou de um mundo de pacientes internados criticamente doentes para um ambiente suburbano ambulatorial, onde a maioria dos encontros de fim de semana foram para dor de garganta, erupções cutâneas e tornozelos torcidos. Mas eu rapidamente me tornei um profissional na identificação da doença de Lyme.

Um dia, uma mulher no início dos anos 40 chegou a uma consulta. Ela me pediu para prescrever fen-phen, uma pílula de perda de peso que combinava as drogas fenfluramine e phentermine e estava sendo fortemente comercializado no momento.

Lembro-me de olhar para ela do outro lado da mesa, pensando que ela certamente não parecia com excesso de peso, e perguntou a ela por que ela queria comprimidos de perda de peso. Ela agarrou a pele ao redor de seu estômago e disse tristemente: "Eu tentei me livrar desses quilos extras depois de ter filhos".

Eu me inclinei para ver o que ela estava segurando. Parecia uma quantidade normal de remédios do estômago para mim. Tendo acabado de passar os últimos três anos cuidando de pacientes hospitalares criticamente doentes que lidavam com ataques cardíacos, choque séptico, pneumonia e úlceras hemorrágicas, tive dificuldade em ver alguns quilos extras como problema médico. Eu também estava um pouco indignado com a ideia de pílulas de perda de peso, que parecia uma abordagem de Band-Aid ao que geralmente era um padrão de vida de maus hábitos alimentares e inatividade.

Estranhamente, pensei comigo, em nenhum momento ela falou sobre outras possibilidades de emagrecer de forma natural como por exemplo fazer exercícios físicos, utilizar termogênicos naturais para acelerar o metabolismo ou qualquer remédio natural que seja para conseguir melhorar o funcionamento do organismo como um todo. Foi neste momento que comecei a me tocar que a busca por remédios na verdade não é uma boa opção, sempre é preciso resolver o problema pela raiz.

Comecei a explicar minhas preocupações, observando que todas as medicações têm efeitos colaterais. Mas antes que eu pudesse chegar a qualquer discussão sobre dieta e exercício, ela me cortou.

"Já tomei fen-phen antes", disse ela, sua voz mais dura agora. "Eu só preciso de uma receita de você, não uma palestra". Fiquei surpreso com a vociferação de sua resposta. Eu examinei seu gráfico para ver se ela tinha sido mais pesada no passado. Ela não tinha. Na verdade, ela era bastante saudável, sem problemas médicos importantes. Perguntei se ela poderia ter um transtorno alimentar que poderia alterar a percepção de seu peso.

Mas nunca chegamos tão longe. Quando eu reiterei minhas hesitações sobre a prescrição de pílulas para perda de peso, ela ficou brava e irritada. Conversei com o médico sobre meus receios dos efeitos colaterais, o retorno que ele me deu foi que tem muitas pessoas que sem mudanças no aparato psicológico dificilmente conseguem o emagrecimento que tantos desejos, já que não tem disposição para nada, tem problemas de pressão arterial que dificultam alguns tipos de exercícios e algumas delas problemas com a absorção de gordura.

Um mês depois, The New England Journal of Medicine|http://www.nejm.org/]*] publicou um artigo que liga fen-phen a anormalidades da válvula cardíaca. Pouco depois, a medicação foi retirada do mercado. Eu queria me sentir vindicado, mas sabia que, durante minha conversa tensa com meu paciente, não tinha tido problemas com efeitos colaterais. Ai comecei a pensar que talvez os remédios para emagrecer de fato sejam um pouco perigoso para a perda de peso.

Emagrecer rápido não está necessariamente relacionado a problemas psicológicos/emocionais como propõem as prescrições médicas de antidepressivo e ansiolíticos que mais fazem mal do que bem para o organismo. Neste caso é sempre necessário fazer uso de opções naturais que não seja nocivas a saúde. Afinal, quem sofre como o sobrepeso já está com a saúde debilitada.

Por tanto, se você acha que está bem psicologicamente para tratar do seu problema de sobrepeso sozinho sem necessidade de prescrição médica de remédios para emagrecer então essa é a hora de procurar métodos naturais que ajudam o seu corpo a perder peso quase que espontaneamente e sem precisar ter uma interferência sequer no seu precioso sistema nervoso central.

Confira a lista de remédios naturais emagrecedores que você pode confiar:

  • Super Slim X
  • Goji Berry
  • Pro Burn X
  • Água de berinjela para saciar a fome e melhorar o colesterol
  • Termogênicos naturais para acelerar o metabolismo

Você poderá encontrar estes produtos excelentes e originais a venda na internet ou então em lojas de produtos naturais. Boa sorte!

Add a comment

HTML code is displayed as text and web addresses are automatically converted.

Add ping

Trackback URL : http://www.amigosdecaserna.com.br/index.php?trackback/9

Page top